terça-feira, 20 de junho de 2017

À procura de...

Ainda não há total certeza de onde pára o embrião. A imagem não foi conclusiva para gravidez ectópica e no útero apareceu algo que poderá ser sugestivo de um saco gestacional, mas sem garantias. Caso o seja mantém-se a convicção de que a gravidez não vai evoluir, pois neste estágio, se o desenvolvimento estivesse adequado já deveria haver batimentos cardíacos.

Para dissipar as dúvidas em relação à localização do embrião mantém-se a colheita de sangue a cada dois dias para aferir a evolução do beta, enquanto este continuar a aumentar. Pode também a natureza tratar da expulsão durante este período. Amanhã regresso para nova colheita e sexta-feira devo repetir ecografia.

Parece que ando a alimentar vampiros. Vou oferecer o braço direito, porque a veia do esquerdo já acusa alguma selvajaria e precisa de uns dias para recuperar.

Apesar de ser improvável que a gravidez goze de boa saúde durante o tempo regulamentar de uma gestação, estou a estabelecer uma ligação emocional ao meu mini-nós, o qual apelo carinhosamente de Nemo. Ele está a ter a bravura de ficar comigo com a sua presença muito discreta. É corajoso e resistente à sua maneira. Deixa-me orgulhosa pela força que demonstra, pois a ver pelo perecimento dos seus 7 irmãos devo oferecer condições inóspitas à manutenção de uma vida humana. Devo ser uma espécie de Vénus, não a divindade, mas o planeta com a sua atmosfera agressiva de nuvens ácidas que desafiam a integridade do que lá pousar. Mais uma vez tive um daqueles sonhos relacionados com a fertilidade/maternidade. Neste, quando foi feita a ecografia, surpreendi aquela equipa inteira com o desenvolvimento de um embrião sentenciado que, ao contrário das expectativas deu uma volta que ninguém esperava. Acordei um pouco aliviada e menos pesarosa.

10 comentários:

  1. Olha que já li histórias de embriões que no início demoraram a se desenvolver mas depois evoluiu bem. Não querendo de todo dar todas as esperanças e mais algumas mas que acontece acontece. Quem sabe esse não será o teu Nemo mágico :) muita força E fe

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Penso tanto nisso mas não quero depositar demasiada confiança nessa hipótese. Analisando tudo o que tem acontecido ele é realmente um valentão :)

      Eliminar
  2. Todas a torcer por esse teu Nemo, que seja um vencedor e que deixe toda a gente incrédula lá no hospital. Um beijo e para além de muita força desejo do coração toda a sorte do Mundo

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Tenho uma admiração enorme por ele :)

      Obrigada e muita sorte para ti também!

      Eliminar
  3. Respostas
    1. Obrigada, companheira de ovários manhosos!

      Eliminar
  4. Respostas
    1. Obrigada e boa sorte para ti também.

      Beijinho

      Eliminar
  5. Perdoa-me a ignorância, mas poderá ter ocorrido a ínfima possibilidade de teres engravidado naturalmente? Ana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Confesso que já pensei nessa possibilidade. Acabei por descartar a ideia pois analisando a altura em que isso poderia ter ocorrido, o tempo de gestação seria o mesmo que aquele que supostamente tenho. O nosso jejum começou alguns dias antes da TEC e ainda não terminou por causa destas complicações. Aquilo que mais me faz confusão é a lentidão na evolução do beta durante desde o dia 1 até ao dia 14, porque agora até nem está muito má.

      Eliminar